quarta-feira, 15 de junho de 2011

Morrumbala sem energia eléctrica



Morrumbala sem energia eléctrica
Estacios Valoi
13/06/11
A população do sede distrital do distrito e não só ficou privada do consumo de energia eléctrica cerca de uma de uma semana por falta de pagamento por parte do governo local a empresa Electricidade de Moçambique (EDM)
A margem da interrupção no fornecimento de energia que se deu ontem a nível a província da Zambézia e outras a Norte do Pais por parte da EDM, aquele distrito já vinha enfrentando problemas do género por cerca de uma semana com cortes permanentes nas instituições sob égide do governo onde apenas só o hospital local e o comando da polícia local não foram afectados.
Durante o nosso périplo pelo distrito constatamos que o pagamento para o fornecimento de energia a empresa EDM e feito através de uma transferência via sistema Sistaf por parte do governo local mas que desta vez segundo o Administrador do Instituto de Formação de Professores local Ernesto Marcos que também foi afectado pelo corte, o dinheiro do pagamento da energia consumida não foi feito atempadamente derivado de uma avaria nas máquinas.
‘’E relativamente a questão de máquinas. Aqui na Administracao temos o Sistaf avariado a alguns dias o que fez com que o processo de transferência de valores para o pagamento a Electricidade de Moçambique e outras instituições não fosse possível. A EDM começou a cortar, chegou aqui e não quis saber de nada. Cortou aqui do Instituto e em outras instituições sob égide do governo, assim como na própria Administração.
Aqui no distrito não tem agua, Temos peixe e outros alimentos para 146 estudantes. São danos materiais e morais em particular, porque sem energia.. E não é só isso, imagine se a saúde não tivesse energia seria mais um risco de vidas, pessoas internadas, também seriam mortes. Não sei no que vai dar já que ate aqui ainda não fizeram o restabelecimento.
O que me constou é que já se fez o pagamento via Sistaf, a Administração já fez levantou se os processos para Quelimane e já se fez e agora a EDM esta a precisar da ordem de pagamento, mesmo assim já informamos a eles que já esta pago e ele s estão a abater o pé no chão que querem a ordem do pagamento. Sem Agua não há vida”
Aquando da chegada da nossa reportagem ao local sexta-feira última foi possível ver as equipas da EDM que a todo vapor levavam a cabo o processo de corte sem pestanejar ate o sistema de abastecimento de água a sede não escapou, mesmo sabendo da vulnerabilidade do distrito e sede relativamente a questões ligadas a cólera e diarreias. Mas também o esforço que os residentes fazendo congeladores ou geleiras de um ponto para o outro ou mesmo ao vizinho mais próximo.
Em contacto como o Chefe medico distrital José Martins Pires que na altura, apesar da situação da energia que deixou aos residentes daquele ponto agastados, encontrava se envolvido em mais uma feira da saúde assim como ambiental disse que a falta de energia contribui negativamente na saúde da população numa unidade hospitalar que em média diária são internam cerca de dez pacientes.

“Sem duvida a ausência do fornecimento de agua vai contribuir negativamente na saúde da população que vai sofrer com esse défice de água, falo da população aqui da sede que provavelmente podemos esperar um ligeiro o aumento de casos de diarreias agudas, no entanto proveniente este aumento de casos de diarreias possa se minimizar se a população tratar a agua que vão buscar nesses poços tradicionais, então esperamos que na ausência da agua potável fornecida a população possa ter alternativas seguras, optar pelo consumo de agua tratada”
Medicamentos
Os medicamentos que chegaram a gotas naquele distrito deixaram a nossa reportagem aturdida apesar de Martins tentar contornar a situação, o facto é que esta questão continuar sendo um problemática na orem do dia para aquele distrito
“A pouco tempo tivemos um abastecimento que vai garantir no mínimo quinze dias mas no geral em termos de fornecimento de medicamento não é alarmante, claro que não são em quantidades suficiente para suprimir a demanda normal do distrito, mas temos um stock que da para mais do que a metade do mês. Provavelmente a partir da segunda quinzena do mês podemos sentir o défice.
Temos situações nos diferentes períodos do ano, geralmente no primeiro trimestre do ano temos tido surtos de cólera, felizmente este ano tivemos alguns casos de diarreia aguda vezes consecutivas que não foram confirmados no laboratório como a cólera o que de certa forma mostra que algo esta sendo feito nas comunidades no sentido preventivo e, a outra patologia frequente provavelmente em todo o período do ano é a malária onde tivemos um aumento do número de casos durante este primeiro trimestre apesar das medidas preventivas terem sido efectuadas.
Salientar que a falta de medicamentos para o tratamento da malária não influencia directamente naquilo que é o aumento de casos, talvez na taxa de cura ou no aumento de óbitos. Sem dúvida que a falta de medicamentos influencia negativamente nos cuidados curativos porque sem medicamentos a alternativa é praticamente inexistente “.

Feiras
“A primeira manifestação foi uma jornada de limpeza que é feita rotineiramente uma vez por mês onde convidamos a sociedade civil com maior enfoque as escolas locais da sede, como pode presenciar houve uma aderência em massa de estudantes assim como da sociedade civil com uma única causa que é melhorar a saúde e higiene das nossas unidades sanitárias.
E a segunda o em parceria com Pathfinder Internacional Instituto de Formação de Professores de Morrumbala, o Centro Inter-hospitalar de Cooperação (CIC), Friends and Global Health (FGH) o principal grupo alvo eram adolescentes que frequentam o Instituto de formação de professores e aberta ao publico em geral onde houve a participação dos estudantes da escola secundaria e do publico em geral e numa fase preliminar com base numero de pessoas posso dizer que a aderência foi positiva e os principais pacotes foram a testagem voluntaria do HIV/Sida, aconselhamento, testagem para a Sífilis, distribuição e educação na saúde sobre o tratamento da agua onde fez se a distribuição do purificador de agua Certeza, assim como saúde reprodutiva com consequente distribuição de preservativos femininos”.
HIV/Sida
“Em termos de prevalecia no distrito esta abaixo da média nacional com cerca de 15%, mas o que nos preocupa é que dia após dia temos um número de pacientes inscritos cada vez mais crescente, então isto requer um pouco mais esforço para poder mudar esta tendência crescente para ver se podemos estabilizamos ou diminuir.
O perfil epidemiológico é caracterizado basicamente por ocorrência de doenças epidémicas que praticamente tornam se endémicas, falo da malária e do HIV/SIDA, temos números mais ou menos de acordo com aquilo que é o perfil da Província assim como do País. Mas, temos em algumas ocasiões do ano por exemplo neste primeiro trimeste, tivemos alguns surtos de diarreia que deixaram um pouco assustados relativamente a aquilo que é a situação da saúde no distrito”
Campanha de vacinação da criança
“O número de pais que recusaram a vacinação dos seus respectivos filhos é bastante reduzido. No posto de vacinação onde eu intervim presenciei um único caso e este caso segundo a auscultação feita a nível local é derivado da contra informação. Há uma onda de informação que diz que a vacina é prejudicial a saúde da crina provavelmente seja pelos efeitos colaterais mas esta situação pode ser ultrapassada conversando explica sobre os riscos e benefícios de uma vacinação. Os benefícios superam os riscos”.

1 comentário:

  1. Houve um monte de dúvidas sobre a cura da aids hiv, eu também estava duvidaram, mas agora eu tenho a acreditar que o milagre que eu recebi também pode ser de grande ajuda para o mundo. Meu nome é Angela meu email é angelafreeeman@gmail.com Eu vivi com esta doença mortal por mais de um ano, o meu marido descobriu que estávamos ambos HIV positivo. Tentamos por todos os meios para viver nossas vidas, apesar de essa coisa no nosso corpo é somente quando nós tropeçavam este poderoso herbalista que ele retratou cura. No início, estávamos mais cético, mas meu marido insistiu em dar-lhe uma tentativa e pedimos para algumas de suas ervas e algumas semanas após a conclusão do processo devido a este fitoterapeuta, fomos para um teste como também dissemos, nós foram esmagados felicidade quando recebi os resultados na clínica. A taxa de vírus no corpo e caiu dentro de algumas semanas, fomos completamente cicatrizado. Também perguntou por que ele não veio para o mundo que ele tinha a cura e ele disse que fez em 2011, mas foi rejeitada pela equipe de pesquisa internacional. A coisa mais importante é para você ser curado, se você quer saber sobre esta chamada fitoterapeuta em +2349032913215 ou e-mail: odincurahiv@gmail.com ou odincurahiv@outlook.com

    ResponderEliminar